Don't come closer - or I'll have to go

by - fevereiro 19, 2018

Aperte o play para começar a ler.

Hoje eu senti vontade de escrever um texto. Sei lá, um texto qualquer. Porque parece que o mundo esta caindo nas minhas costas mais uma vez. Os últimos dias têm sido turbulentos, mas convenci a mim mesma de que tá tudo bem não saber como lidar com tudo e todas as pessoas. É aquele velho ditado popular que diz que ninguém nasce sabendo. Até hoje acho muita pretensão dizer que de fato sei alguma coisa. 
Minha vontade de sair por aí sem rumo com uma mochila nas costas está grande por esses dias. Sabe, de sair sozinha. Sem ninguém pra me dizer que sim ou que não, pra discordar quando eu disser que o mundo e a minha cidade são lindos, mas a gente não sabe aproveitar as coisas que têm. Às vezes, eu sei, também pareço ingrata falando. E sei que soa extremamente egoísta a forma como eu me sinto. Cansada de tudo, da sociedade, da maneira como pego carona todo dia para ir ao trabalho e ouço reclamações por quaisquer cinco minutos de atraso na hora de vir embora. Eu não sei como me fazer para me livrar disso. Não das coisas ou todas elas, especificamente, mas dessa sensação. A sensação de que posso desmoronar a qualquer momento, mesmo que eu saiba que consigo superar depois. 
É tão ruim quando a gente quer ser a gente mas não consegue. É tão ruim quando a gente sente medo de decepcionar quem ama e acaba se pressionando até não aguentar mais, e depois supera e faz de novo, porque talvez seja o certo pros outros, mas será o certo pra gente mesmo? E se não for, faz igual. Faz igual porque ver que os outros estão bem vale mais a pena do que sentir-se assim, e você se sente, não em todos os momentos, mas também se sente bem. Só não consegue entender porque às vezes é tão fácil e às vezes é tão difícil. 
Se eu pudesse, tirava uns dias bem longe, sozinha, sendo eu. Apreciando minha solitude, mesmo sabendo que pode virar solidão a qualquer momento. Passo tanto tempo pensando em todos e em como se sentem bem, e em como é bom quando a gente é feliz em conjunto, mas sinto que não sei apreciar isso ainda e que preciso de uma renovação que me jogue na cara que eu preciso das pessoas. Mas que precisar das pessoas não é o mesmo que deixar que elas coloquem um peso sobre você ou que elas façam, sem querer, você se sentir pressionada. Não sei. 
Já vi muita gente falando sobre se encontrar. Acho que antes a gente tem que se perder, e talvez precisemos disso várias vezes durante nossas vidas. Por enquanto, me sinto perdida, e espero que isso seja metade do caminho para saber quem sou agora. 
Tomara que eu me encontre logo. Tá complicado.
Resultado de imagem para hiking
IMAGEM: Link

You May Also Like

54 Comentários

  1. Guria do céu, parecia eu escrevendo esse texto, tá muito parecido comigo! Eu tenho momentos e momentos, dias felizes e tristes a todo momento. Achava que tava fazendo uma grande coisa e hoje me arrependo... mas também acredito que tudo que acontece é por um motivo e de certa forma eu tô aprendendo muito por ter tomado a decisão errada.
    Adorei o post.
    Beijinhos ❤
    Blog Ale Canofre
    YouTube

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, é exatamente isso, Ale! Mas faz parte da vida, né? Temos que aprender a lidar com isso. :\ Beijo!

      Excluir
  2. QUE TEXTO, parabéns :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente estamos dispostos a passar por isso. Mas logo logo você se encontrará! =)

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  4. Oi Caroline!
    Minha nossa, esse texto simplesmente se encaixou em pelo menos 75% do que eu sinto. Eu tenho feito tanta coisa que não é bem o que queria fazer só pra deixar o pessoal feliz, porque realmente ver eles felizes importa mais do que me ver feliz. Às vezes dá vontade de se afastar do mundo, ir pra um lugar bem distante e só ser tu mesmo. Se sentir à vontade contigo e relaxar. Espero que nos encontremos logo, Carol!!
    Beijo o/
    https://coffeewithbread.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Joana, espero mesmo que a gente consiga! Agora, acho que engatei numa mudança geral por aqui. Torcendo pra dar certo. <3

      Excluir
  5. Adorei o post! Lendo-o, percebi que é exatamente assim que me sinto, mas às vezes é muito difícil falar com alguém sobre isso, porque soa como se fosse algo tão ignorante... Mas se trata realmente de como eu me sinto, e como tu falou, tenho medo de decepcionar as pessoas que amo dizendo o que realmente quero, porque foram elas que sempre me apoiaram acreditando que eu era alguém, que não sou. Penso que isso pode estar prejudicando minha saúde mental, mas creio que tudo deve ser feito com muita calma e assim, fazendo com que as coisas se ajeitem.
    Espero que você e todas as pessoas possam encontrar seu eu mesmo!��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, amiga, eu sei que é você porque você me disse. Não que seja bom se sentir assim, mas todos nós temos nossos altos e baixos e fico contente em saber que tu pode se identificar também. <3 Vamos nos ajudar e tudo dará certo. <3

      Excluir
  6. Oi, Carol Ás vezes acho que a gente simplesmente precisa de um texto pra desabafar, colocar os pensamentos em dia e descobrir o que realmente quer da vida.
    Eu também estou passando por uma fase ruim, lembranças de momentos que quero esquecer e que infelizmente não passam. E toda vez que penso nisso dá uma vontade de sumir e mudar de país kkk acho que entendo o que você passa.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siim! Precisamos, né? É uma ótima maneira de desabafar. <3 Espero que você consiga melhorar também.

      Excluir
  7. Oie Carol =)

    "É tão ruim quando a gente quer ser a gente mas não consegue. É tão ruim quando a gente sente medo de decepcionar quem ama e acaba se pressionando até não aguentar mais, e depois supera e faz de novo, porque talvez seja o certo pros outros, mas será o certo pra gente mesmo? "

    Me identifiquei muito com essa parte do seu texto. A vida toda agi como era o esperado, justamente por medo de magoar e decepcionar as pessoas que eu amo. Porém, quando olho para trás vejo a quantidade de coisas que deixei de fazer e principalmente as oportunidades de ser feliz que deixei passar.

    Essa vontade de sair pelo mundo com uma mochila nas costas eu tenho também. É aquele chamado de liberdade que a vida às vezes nos dá.

    Não vou te falar que isso é só uma fase e que logo você vai ficar bem, por que cada um tem seu tempo para lidar com seus sentimento. Mas se você aceita um "conselho", essa é a melhor hora para você fazer um limpeza na sua vida, eliminando todos esses sentimentos ruins e se abrindo para o novo.


    Beijos;**
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ane! Muito obrigada pelo conselho! Às vezes é difícil fazer essa limpeza, mas se torna necessário no momento em que as coisas se tornam impossíveis de carregar sozinha. <3

      Excluir
  8. Oi, Carol!
    Menina, eu me sinto tão perdida que nem sei! Me identifiquei muuuuuito com o seu texto.
    Daqui poucos dias faço 24 anos e nunca me senti tão confusa na vida. Com o fim da faculdade e do estágio, parece que as coisas estão extremamente difíceis e que nada vai se acertar... Sem falar que quando penso no meu futuro, parece tudo tão impossível! E ao mesmo tempo quero ser motivo de orgulho para meus pais e mostrar que chego lá... Tão complicado, né?
    Eu espero que eu consiga me achar e torço para que você consiga o mesmo. Apesar de me senti um pouquinho melhor vendo que eu não sou a única a me sentir assim! <3
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mari! É sempre bom quando a gente consegue encontrar alguém passando pelo mesmo que nós, porque assim talvez a gente consiga trocar conselhos e, enfim, entender que a barra não é tão pesada assim. Eu não passei por isso de fim de faculdade ainda, mas eu sei que deve ser meio desesperador. Agora, já passo por momentos assim... E estou passando por outro, além desse do texto. Pretendo falar mais sobre isso por aqui. Espero que a gente consiga mesmo. <3 Torcendo!

      Excluir
  9. Oie,

    Nossa, eu te entendo totalmente. Passei por momentos difíceis esse ano e estou vivendo algumas coisas dificeis de lidar. Infelizmente tenho que encarar esses problemas, mas a vontade é de fugir de tudo!

    Abraços...

    https://submundosliterarios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É... da vontade, né? Mas a gente precisa lidar com isso. No nosso tempo, na nossa calma, a gente consegue. <3

      Excluir
  10. carol adoreii
    muito bom mesmo o post
    as vezes da vontade de fugir mesmo bjsss
    http://cantaalegremente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Acho que tudo tem o seu tempo.. e essas passagens de névoa fazem parte do crescimento também..

    http://www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fazem sim, Monique! Essa é a vida... Complicada, mas ainda assim, podemos nos divertir com ela. :)

      Excluir
  12. Oi, Carol.
    ...
    Bom, eu realmente não sei o que dizer perante a este texto porque ele é tão verdadeiro e tão pessoal, ao mesmo tempo que parece tão meio.
    Sei que você escreveu baseando-se em si mesma, mas entendo o que é sentir-se perdida, pressionada e sempre esperando não decepcionar aqueles que ama. Bom, pelo menos acho que entendo, na verdade estou perdida quanto a isso também.
    Espero sinceramente que o caminho também seja se perder para se encontrar, porque é tão ruim fazer escolhas quando se está perdida, que tenho medo de estar fazendo todas elas de forma errada e tenho muito de não me encontrar.
    Espero que você se encontre, nem que para isso tenha que sair de mochila nas costas, sem se preocupar com nada e nem ninguém além de si próprio (também desejo fazer isso).
    Realmente senti seu texto.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Muito obrigada por esse comentário lindo. <3 Dizem que a gente precisa se perder pra poder se encontrar, então talvez estejamos no caminho, mesmo. Nem que pra isso, precisemos nos livrar de várias coisas que nos incomodam ou nos deixam mal. Beijão!

      Excluir
  13. "... tá tudo bem não saber como lidar com tudo e todas as pessoas"
    "É tão ruim quando a gente quer ser a gente mas não consegue."
    Me identifiquei demais com esses trechos. Sabe, tem muitos momentos que eu também me sinto extremamente perdida, e sei lá acho que faz parte. É como você disse, temos que nos perder em vários momentos da nossa vida pra poder se encontrar.
    Eu espero mesmo que tudo melhore o mais rápido possível aí pra você. Boa sorte! <3

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz parte, sim. Por mais que seja difícil, acho que a vida não teria tanta graça se não tivéssemos momentos assim. Beijooo!

      Excluir
  14. A parte mais difícil é quando a gente atravessa um problema e ele demora para se resolver, parece que não vai acabar nunca. Super te entendo, mas tenha fé que uma hora passa.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  15. "Minha vontade de sair por aí sem rumo com uma mochila nas costas está grande por esses dias" SIM! Esse texto me descreve. As vezes eu quase tenho certeza que se eu me mudasse, para outro bairro, ou cidade, eu sentiria um alívio. As vezes parece que um pouco de ar diferente da rotina, já ajuda. Adorei o texto!
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Thami, pior é que eu também. Estou tentando fazer umas mudanças por aqui, e espero que dê tudo certo com elas. <3

      Excluir
  16. HEY, COMO VAI?

    Seu texto tá maravilhoso. Ele me passou uma sensação de sinceridade, e eu quase pude sentir o que você sentiu ao escrevê-lo. Não sei muito bem o que dizer sobre, mas posso te garantir que vale a pena ser um pouco egoísta às vezes, e principalmente se colocar em primeiro lugar.

    Espero que você consiga tirar logo esse peso do seu coração, mas nunca deixe de acreditar que a vida é maravilhosa traçando seu curso, e mais cedo ou mais tarde tudo vai se encaixar. <3

    All the love, E.
    bouleverser

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ester! Fico feliz com isso, porque foi bem sincero, sim, por mais que eu não goste tanto de admitir isso. Vale a pena, sim. Estou tentando, na verdade, haha, porque isso é um pouco difícil pra mim às vezes. Mas nem sempre a vida é feita de coisas boas, e frequentemente precisamos enfrentar os obstáculos que encontramos ou colocamos em nosso caminho. Assim, espero! Muito obrigada <3

      Excluir
  17. Que texto hein! Palavras tão sinceras, mais acredito que tudo é passageiro e nenhuma névoa dura para sempre! Você vai se encontrar :D Parabéns pelo blog!
    www.blogpaulasilva.com

    ResponderExcluir
  18. Olá, Carol, tudo bem?

    Menina você é aquariana? Bom, eu sou (rs.).
    Brincadeiras à parte, eu me identifiquei 100% com seu texto, é o tipo de coisas que escreveria e seus questionamentos são os meus também - sem querer ser pretensioso ou extremista.

    Esses dias estive me sentindo assim também, e o ponto que você diz que faz de tudo para não decepcionar, mas é sempre decepcionada cabe muito a mim também, como disse.

    Acredito que querer viver a solitude é essencial, de fato precisamos nos perder para nos encontrar. Mas não acho egoísta querer se afastar e estar mais próximo de quem você é sem precisar de interrupções. Sou uma pessoa que adora ficar acordado na madrugada, e sempre que meus amigos perguntam por que eu digo que é nesse momento que posso ser mais eu sem precisar de interrupções. Eu não preciso moldar meus pensamentos e opiniões, trocar de música no celular, posso fazer o que quero na hora que tenho vontade... É maravilhoso. Porque me sinto mais completo comigo.

    Então, se questione mais e mais mesmo. Não deixe suas perguntas passarem despercebidas porque a gente, embora não encontre respostas para tudo, sempre vamos encontrar uma solução para o que nos incomoda.

    Bjão.
    Di, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com
    Instagram: @vidaeletras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Di! Tudo bem comigo sim! E contigo? Então, não sou aquariana. Sou virginiana, mas minha lua é em aquário e talvez isso explique um pouco, HAHAH! Diferente de você, eu não consigo ficar acordada assim na madrugada, porque sou uma pessoa 100% do dia, então sempre busco esses meus momentos de manhã. É sempre bom aproveitar um tempinho com a gente mesmo, para refletir e entender melhor o que se passa na nossa cabecinha, que por muuuuitas vezes nos deixa extremamente confusos. Obrigada pelo conselho lindo! Em breve estarei passando pelo seu bloguinho também. <3

      Excluir
  19. Tá complicado por aqui também, viu, Carol?
    Eu sou esse tipo de pessoa que faz tudo pelas pessoas e não recebe nada em troca, então ultimamente me vejo perdida, sem saber ao certo o tipo de pessoa que tenho que ser para parar de me decepcionar...
    Essa vontade de sair por aí sem rumo não passa, e isso é extremamente sufocante! :(

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Tami, que droga! :( Eu entendo demais. Mas acho que minha principal decepção acaba sendo comigo mesma. E é triste, isso, mas estou tentando lidar. Beijão!

      Excluir
  20. Foco, força e fá que vc vai se encontrar!
    Paciência sempre!
    Fica bem
    Bjus
    Taty
    Na Casa dos Abrantes
    Canal
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Taty! Ando precisando de um pouco mais de paciência, mesmo... Sempre fui muito imediatista. Mas ela é necessária. Beijo!

      Excluir
  21. Todos nós passamos por esse momentos diversas vezes na vida, e tá tudo bem querer se isolar um pouco, precisamos de um tempo sozinhos para colocar nossa mente no lugar, nos entendermos com nós mesmo para depois compreender os outros.

    www.estante450.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cássia! Tá tudo bem, sim! Mas às vezes, a gente precisa mesmo ouvir isso de outras pessoas. Obrigada por isso. <3

      Excluir
  22. Oi Carol,
    Ah me identifiquei muito com essa fase.
    Acho que algum momento ela acaba nos atingindo. Queria muito sair por ai tb, sem destino e deixar a mente vagar, sair da mesmice. Mas, espero que se você não conseguir ir de corpo que possa ir de mente, e que esse momento desapareça, mesmo que aos poucos!

    bjs
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nana! Espero que consigamos, de um jeito ou de outro. <3 Beijo!

      Excluir
  23. thanks for sharing this fantastic post dear..

    https://clicknorder.pk online shopping in pakistan

    ResponderExcluir
  24. Me parece que a fuga destacada no texto é a da rotina. Pegar uma mochila e sair por aí sem rumo é algo que alguém massacrado pela vida monótona anseia, uma aventura talvez.
    Sim, aconselho a você a solidão, mas não precisa ser longe ou por muito tempo, só precisa ser silencioso, compre um tempo para você, e tire esse tempo para pensar em você.
    Beijo, www.apenasleiteepimenta.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, um pouco é sim. :) Muito obrigada pelo conselho! <3

      Excluir
  25. Oi Carol!
    Estava me sentindo exatamente assim no final do ano passado. Até que realmente viajei sozinha, devido ao trabalho. Nesses momentos de solidão, percebi que gosto de ficar sozinha, mas ao mesmo tempo gosto de ter uma certa pessoa comigo...

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sora! Momentos assim são necessários pra gente se encontrar. <3

      Excluir
  26. Não vou encher esse comentário de frases prontas que ninguém quer ouvir/ler. Não vou te dar conselhos se não sei da sua vida, seus problemas, suas dores. Não vou te dizer que está fazendo certo ou errado, que aprovo ou desaprovo. Vou dizer que Deus te ama e que isso tb vai passar. E nesse interim, inspira, expira e não pira! Ok?

    Beijo enorme. Melhoras.

    http://www.vaigarota.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah, Gi, que comentário lindo! <3 Muito obrigada! Não vou pirar não, hahaha!

      Excluir
  27. Me identifiquei muito com esse texto. As vezes dá uma vontade de mudar o rumo das coisas e fazer algo diferente e outras vezes não dá nem vontade de sair da cama.
    Beijos
    lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Tay, dá mesmo. Mas faz parte. Espero que melhoremos! <3

      Excluir

Olá! Seja bem-vindo e sinta-se em casa. Ficarei imensamente feliz em ler sua opinião sobre essa postagem. Logo, logo, farei uma visitinha em seu blog para retribuir. ♥